Lifestyle País

The Guardian no Caminho de Santiago: “Paz, beleza e hospitalidade”

O jornalista Kevin Rushby do jornal inglês The Guardian esteve no norte do país para percorrer o Caminho de Santiago. Durante a passagem encontrou “paz, beleza e hospitalidade”.

O Caminho de Santiago é considerado um dos trilhos mais populares da Europa. O percurso começou na igreja da Nossa Senhora da Aparecida em Braga, passou por Ponte de Lima e Calheiros e terminou nas cidades espanholas de Vigo e Santiago de Compostela. Contudo, a beleza, hospitalidade e gastronomia portuguesa foram aquilo que mais marcaram Rushby durante a viagem.

“Entrámos num café e ficamos no bar a beber um café. O proprietário diz-nos que recusa o pagamento de peregrinos molhados. Quando saímos, o sol já brilha e encontramos a nossa igreja. Nós já podemos recomeçar. Renascidos”, escreveu o jornalista após o seu primeiro dia na freguesia de Balugães, em Braga.

6720 (1)
Danças folclóricas em Ponte de Lima. Foto: Kevin Rushby/The Guardian

Em Ponte de Lima, encontrou as “cervejas a €1” e os “mais deliciosos pastéis de nata” para além da música tradicional folclórica e danças à beira rio que deliciaram os turistas e abriram caminho para o “vinho branco e a linguiça picante”.

Foram ainda deslumbrados com o incrível património cultural e natural da cidade, como a “magnífica ponte medieval que atravessa o (rio) Lima” e o parque do Palácio de Calheiros. “No parque, veados cheiram-me a mão estendida. Há camas de legumes, paredes de kiwis e uma piscina: este lugar é uma utopia auto-suficiente. A minha peregrinação acabou. Eu estou no céu. (…) Agora eu tenho a sensação de um tempo gasto, uma rota de significado profundo e antigo. O caminho existia antes do cristianismo, uma peregrinação pagã a Finisterre, o fim do mundo”, conta.

Segundo Rushby, os turistas podem encontrar ao longo de todo o percurso, tradicionais casas portuguesas transformadas em extraordinários hotéis em que se “equilibra o velho e o novo de uma forma muito confortável e caseira.” Durante a sua estadia, pode desfrutar de um “caloroso jantar caseiro” na Quinta do Casal do Condado, aldeia de Facha, e de uma refeição comunitária oferecida pelo Conde de Calheiros na sala de banquetes do Palácio de Calheiros.

Um veado captado por Rushby no Paço de Calheiros, em Viana do Castelo. Foto: Kevin Rushby/The Guardian

0 comments on “The Guardian no Caminho de Santiago: “Paz, beleza e hospitalidade”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s