Mundo Tecnologia

A China vai lançar “lua” artificial para o espaço em 2020

A China anunciou planos para enviar, em 2020, uma “lua” artificial para o espaço com o intuito de iluminar uma das suas maiores cidades, Chengdu – tem cerca de 14 milhões de habitantes e fica no sudoeste do país.

A “lua” é na verdade um satélite que foi criado com objetivo de substituir toda a iluminação feita através das luzes de rua daquela cidade, permitindo diminuir os gastos de energia.

Conforme Wu Chunfeng, diretor do Instituto de Pesquisa do Sistema Microeletrónico de Ciência e Tecnologia Aeroespacial da cidade, o brilho do satélite será cerca de oito vezes mais forte que o da própria lua.

O dispositivo russo, Znamya 2.

A “lua” artificial é feita de um revestimento que pode refletir a luz do sol de volta à Terra, e deverá cobrir uma extensão de 6 a 50 quilómetros quadrados. A ideia é que se consiga controlar o diâmetro para garantir que este se concentre apenas na cidade.

Mas este plano não é uma ideia nova. O conceito foi inspirado de um projeto de 1999, quando pesquisadores russos planearam usar espelhos em órbita para iluminar cidades na Sibéria, esperançosos de que seria uma alternativa mais barata à iluminação elétrica.

O dispositivo usado chamava-se Znamya 2 e era equipado com um espelho de 25 metros que  iluminaria um trecho de três quilómetros. Durante a sua primeira órbita, a nave foi destruída após uma colisão no espaço levando ao abandono do projeto.

0 comments on “A China vai lançar “lua” artificial para o espaço em 2020

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s