Desporto Mundo

As mulheres que desafiam as leis do futebol em Zanzibar

No arquipélago africano de Zanzibar, só os homens é que podem jogar futebol. As crianças jogam nas ruas e os homens assistem aos jogos nas televisões dos restaurantes. O que não se vê são mulheres a jogar futebol – ou, pelo menos, até agora.

Um grupo de mulheres muçulmanas está a desafiar a cultura conservadora que existe no arquipélago. “As pessoas tentaram impedir-me de jogar” disse Riziki Abdallah de 23 anos que mora num arquipélago semi-autónomo na costa da Tanzânia. “Eles dizem: não jogues futebol. É só para homens”, acrescenta ao The New York Times.

Abdallah é mais conhecida em Zanzibar pelo seu apelido, Chadole. Faz parte de uma comunidade de seis equipas que formam a liga de futebol feminino do clube em Zanzibar. Além das pressões sociais derivadas das crenças conversadoras, a pressão também é feita ao nível familiar. Entre várias críticas, a união fez a força e, ao que parece, este é o início de um movimento.

Vista como uma estrela da seleção feminina de Zanzibari, Abdallah disse “estou comprometida em jogar”. “Eu não tenho medo de nada”, declarou.

No campo domina a bola e não perde a esperança de um dia ter o apoio e reconhecimento do governo. E, acima de tudo, de poder ter a liberdade de jogar futebol onde quiser.

 

 

0 comments on “As mulheres que desafiam as leis do futebol em Zanzibar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s